PUBLICIDADE
Masturbação tem matado muita gente por ano na Alemanha , aponta estudo
11/02/2018 - 6h39 em Notícias

Cerca de 100 pessoas morrem todos os anos, na Alemanha, em decorrência de masturbação, de acordo com pesquisa elaborada por um legista germânico. Segundo Harald Voss, a principal causa é a falta de oxigenação no cérebro, resultante de uma prática conhecida como asfixia erótica. Esse ato consiste em prender a respiração para elevar a intensidade do orgasmo.

 

Para isso, as pessoas podem, por exemplo, utilizar uma sacola plástica na cabeça ou uma corda em volta do pescoço durante a masturbação. Porém, a prática pode, acidentalmente, acabar em tragédia.

 

O pesquisador acredita na chance de o número de vítimas desse hábito ser ainda maior. Isso porque, segundo relato dele ao portal The Local, diversos parentes dos mortos escondem as verdadeiras causas dos óbitos, por causa de vergonha.

A pesquisa aponta ainda que as idades das vítimas variam de 13 a 79 anos, em ambos os sexos. Apesar disso, os homens representam a maior parcela de mortos. Para Voss, isso indica maior cautela das mulheres durante a asfixia erótica.

 

Vítimas famosas

O ator americano David Carradine morreu em 2009, aos 72 anos, em decorrência de asfixia autoerótica, em um quarto de hotel em Bangcoc, na Tailândia.

 

Além dele, o músico Michael Hutchence, vocalista da banda australiana INXS, teria perdido a vida da mesma maneira. O corpo nu do roqueiro foi encontrado com um cinto enrolado no pescoço. Hutchence morreu em um quarto de hotel em Sydney, Austrália, em 1997.                                                                                                                                                                                                                                                                                          Fonte: Metrópoles

 

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Slides não definidos