PUBLICIDADE
Para não correr o risco de ser cassado, vereador Anderson pêgo poderá desistir da pré candidatura de deputado
16/05/2018 12:03 em Notícias

Denunciado pelo seu suplente Vagner Cesar, por crime de infidelidade partidária, o vereador Anderson Pêgo poderá tirar da cabeça a ideia de ser candidato a deputado estadual nas próximas eleições, pois ser candidato será assumir o crime e dizer que usou a janela partidária de forma irregular ao trocar o PRB pelo PSDB, , o risco de perder o mandato de vereador aumentará.

Como o mesmo não quer correr esses risco, até porque as chances de se eleger deputado são pequenas, Pêgo deve preferir continuar com o mandato.

Não sendo candidato a justificativa de que o mesmo não cometeu crime de infidelidade partidária tem grandes chances de serem aceitas pela justiça, ele escapa e permanece como vereador de Timon.

Claro que ele não vai trocar o certo pelo duvidoso.

Umas das evidências de sua mudança de pesamento, é o inicio da promoção do nome do vereador Antunes, promoção esta desenvolvida por integrantes do grupo do deputado Alexandre Almeida, pré candidato a senador, grupo este que Anderson Pêgo também faz parte.

"O preferido era o Pêgo, mas como o risco de se dá mal é grande então o jeito é colocar o Antunes", disse uma fonte ligada ao grupo de Alexandre Almeida . 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!