OUÇA A RADIO
Sogros são suspeito de enterrar a nora viva para ficar com os netos
07/11/2018 13:39 em Notícias

APolícia Civil prendeu na segunda-feira, 5, um casal suspeito de envolvimento na morte de Márcia Martins Miranda, de 41 anos, coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) do Butantã, bairro da zona oeste de São Paulo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a principal suspeita é que o casal, sogros da assistente social, teria cometido o crime porque queria a guarda dos dois netos, um menino de 4 anos e uma menina de 9 meses.

Márcia desapareceu no dia 2 de outubro perto da Avenida Corifeu de Azevedo Marques, após sair de casa para ir ao trabalho. 

O cadáver foi encontrado na segunda-feira (5) e passa por análise para apuração da identidade. Um familiar da assistente social foi chamado a fim de fazer o reconhecimento. O corpo estava em buraco cavado em um dos quartos da casa, cujo piso foi quebrado. A dupla cobriu o local de terra e colocou uma placa de concreto. Na cova, um saco plástico envolto no corpo da vítima, que apresentava ferimentos na cabeça e marcas no pescoço.

Segundo a polícia, o imóvel teria sido alugado por 30 meses pelos sogros, que são investigados pelo desaparecimento da assistente social. Foram solicitados exames periciais para identificação do corpo e o caso foi registrado como morte suspeita pelo Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

PUBLICIDADE

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!