OUÇA A RADIO
Quem quebrar alguma parte do corpo e for procurar atendimento na UPA de Timon, vai sabendo que vai tomar apenas dipirona e voltar para casa
09/02/2019 18:47 em Notícias

O caso aconteceu no final do mês de Janeiro, é mais um de tantos que acontecem e serve para mostrar a forma que as coisa lá pelas bandas da UPA de Timon não anda nada bem, principalmente quem procura atendimento na área de ortopedista.

Algum Timonense que  fraturar alguma parte do corpo já sabe que se procurar a UPA não vai ter a solução do seu problema de saúde.

Foi o que aconteceu com o senhor Euripdes da Silva Filho, de 23 anos. Ele que reside no bairro São Benedito  fraturou o pé em um dos povoados da zona rural da cidade e procurou o local, lá aplicaram a famosa dipirona e mandaram para casa, sobre a alegação que o mesmo não podia ficar na UPA  pois estamos tomando espaço de outro paciente.

De acordo com a denunciante o paciente chegou as 18hs e 23 hs mandaram ele para casa após várias doses de dipirona, mesmo ele sentindo muitas dores.

O jeito foi a família levar o paciente para a UPA de Teresina, de onde foi transferido para o Hospital da polícia do Piauí, lá ele passou por uma cirurgia.

Segundo informações, o médico ainda tratou mal a família e o paciente que gritava de dor.

O que chama a atenção foi que a UPA de Timon não teve interesse de solucionar o problema do trabalhador Euripedes. Lamentável essa situação.

Esse não é primeiro caso desta natureza que acontece naquele local. inúmeras são as denúncias sobre a UPA de Timon.

A denuncia foi enviada por uma leitora do site e que é parente da vítima do descaso.

O cozinhandoogalo.com tentou entrar em contato com a direção para falar sobre as denuncias de péssimo atendimento naquela unidade de saúde, mas não obteve resposta. 

 

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!